A ciência da Espiritualidade, isso existe?

Acho que todos nós já passamos por uma situação crítica, de grande dificuldade, onde nossa razão e sentimentos ficam turvos. Sendo mais específico, todos nós já tivemos um ente querido ou algum amigo próximo enfrentando problemas de saúde. Mas como lidar com o sentimento de impotência perante uma dificuldade como esta? O que podemos fazer para ajudar aquele que sofre? Como ver, muitas vezes, nossos heróis em um estado frágil de saúde? Hoje vou falar como e em que se apegar, falo hoje da Espiritualidade.

Este é um tema muito peculiar e delicado. Gostaria que não confundissem o que descrevo com religião, pois na religião cada um tem sua crença e sua doutrina, e todas devem ser igualmente respeitadas. Minha intenção é falar da espiritualidade como um todo, independente do seu credo pessoal.

Academicamente, o Dr. Koenig define a espiritualidade como “a busca pessoal pela compreensão de respostas para perguntas fundamentais sobre a vida, sobre o significado e sobre a relação com o sagrado ou transcendente, que pode (ou não) surgir a partir do desenvolvimento de rituais religiosos e a formação de comunidades”. Este autor é um renomado médico americano, com mais de 450 artigos científicos publicados, além de 40 livros sobre o tema. Ele levanta a bandeira da espiritualidade no meio médico, um meio extremamente cético e baseado na ciência. Tudo começou quando ele veio a perceber na sua experiência médica que certos pacientes tinham visitas de religiosos, alguns recebiam orações, passes entre outras coisas. Neste meio, ele viu que aqueles pacientes, mesmo em estado mais crítico, obtinham uma melhora e uma recuperação mais rápida do que aqueles que eram céticos ou sem nenhum apego espiritual.

Mas como defender algo totalmente empírico e sem embasamento científico? Para legitimar sua tese, Dr. Koening começou a realizar estudos em diversas populações colocando a espiritualidade no tratamento de seus pacientes. O resultado concretizou a hipótese: realmente os pacientes que tinham vínculos espirituais obtinham uma melhora significativa e se recuperavam mais rapidamente do que aqueles que só recebiam o tratamento convencional. Desde então, vários pesquisadores tem focado seus estudos sobre esse viés, comprovando em muitas áreas resultados iguais, ou seja, realmente a espiritualidade atua fortemente nos sistemas de cura do corpo.

A partir desses estudos, Dr. Koening já conseguiu implantar em diversos hospitais o direito de o paciente exercer sua espiritualidade, isto é, receber a hóstia para os cristãos, passes para os espiritas, meditação para os budistas, orações para os evangélicos, ou até mesmo a visita do seu cachorro de estimação (sim, a simples presença do cachorro pode modificar o quadro do paciente).

Hoje, a ciência já nos dá esperança de que podemos confiar em algo além de laudos médicos. Portanto, quando uma situação delicada de saúde chegar, quando nosso ente querido precisar, temos algo concreto para nos apoiar: nossa Espiritualidade.

 

Autor:

Cristiano Antunes
Preparador fisico da empresa Studio Fisic

Deixe seu comentário!

Últimos Post

Superação.
03/04/2017
Heroicamente humano.
02/03/2017
Crise: Adversária ou comparsa!
01/02/2017

Categorias

CONTATE-NOS! TEREMOS PRAZER EM FAZER UMA REUNIÃO PRESENCIAL SEM CUSTO PARA ENTENDER A SUA NECESSIDADE E APRESENTAR NOSSA METODOLOGIA

""
1
Nome Completo
Telefone
Mensagem
0 /
Previous
Next

SIGA-NOS NO FACEBOOK!